2018-03

TRATAMENTO DA FRATURA SACRAL COM UMA VARIAÇÃO DA TÉCNICA DE FIXAÇÃO LOMBOPÉLVICA

RESUMO A instabilidade espino-pélvica (IEP) é uma lesão rara, decorrente de traumas de alta energia. O tratamento cirúrgico é empregado, na maioria dos casos, para restaurar a estabilidade e permitir mobilização precoce. Diferentes técnicas já foram empregadas no tratamento da IEP e, atualmente, a fixação lombo-pélvica (LPF) é a preferida devido à sua superioridade biomecânica. Uma de suas limitações é o fato de a técnica não abordar diretamente o fragmento sacral inferior, permitindo uma deformidade residual em cifose. Esta deformidade tem sido atribuída a resultados insa...

Texto completo
  • Assuntos:

    • Sacro
    • Ferimentos e lesões
    • Cifose