Porto Alegre e 16 anos de PT : impactos sobre a cultura política

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2009

RESUMO

O presente estudo analisa se a passagem de 16 anos do governo do Partido dos Trabalhadores, cuja administração teve uma orientação mais voltada para a dimensão social, com políticas de incentivo à participação, tais como o Orçamento Participativo, influenciou na produção de capital social na cultura política de Porto Alegre. A premissa é de que, com a base em determinado nível de qualidade de vida, o fomento à participação dos sujeitos propicia maiores níveis de confiança interpessoal e institucional, levando a uma mudança na cultura política de uma localidade. A análise dos dados apresentou, de forma geral, elevação da participação política dos cidadãos de Porto Alegre, que, no entanto, não implicou em aumento dos estoques de capital social na cidade. Além disso, em termos de cultura política, os sujeitos, ao longo do tempo, apresentaram predisposições de crescente rejeição à democracia em uma dimensão meramente formal. Nesse contexto, este trabalho sugere a necessidade de estabelecer uma participação mais substancial dos cidadãos, levando-os a um maior envolvimento na política e a uma idéia de que podem resolver seus problemas por meio de participação e diálogo com as esferas formais de governo.

ASSUNTO(S)

partido dos trabalhadores. political culture partidos politicos porto alegre (rs) social capital prefeitura municipal politic participation participação política capital social

Documentos Relacionados