Parâmetros antropométricos e fatores de risco para doenças cardiovasculares

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2007

RESUMO

Estudos epidemiológicos têm demonstrado uma correlação clara entre a gordura depositada junto às vísceras e os fatores de risco cardiovasculares. Marcadores antropométricos para gordura abdominal, como por exemplo a circunferência da cintura (CC) e a relação cintura-quadril (RCQ), têm sido amplamente utilizados em estudos epidemiológicos, porém poucos estudos têm explorado a precisão dessas medidas em países subdesenvolvidos, e existem controvérsias com relação ao melhor indicador para gordura abdominal. O objetivo deste estudo foi verificar a relação entre parâmetros antropométricos e fatores de risco para doenças cardiovasculares em pacientes adultos atendidos numa clínica de Florianópolis. A amostra constituiu-se de 300 pacientes, com idade entre 19 e 59 anos, distribuídos entre os dois sexos. Foram coletados dados de identificação; história clínica; dados laboratoriais; antropométricos de peso, altura, percentual de gordura, circunferência da cintura e do quadril; dados relativos à pressão arterial e ao estilo de vida. O diagnóstico do estado nutricional foi realizado segundo o IMC, utilizando-se pontos de corte preconizados pela OMS (1998). Além disso, os valores obtidos da CC, RCQ e percentual de gordura, bem como as técnicas utilizadas no exame antropométrico, obedecem aos procedimentos descritos no Anthropometric Standardization Reference Manual (LOHMAN, 1991). Para verificar a relação entre os indicadores antropométricos e as variáveis de perfil lipídico, glicêmico e pressão arterial, utilizou-se o Teste de Correlação de Spearman. A diferença entre as médias foi obtida através do teste de Mann-Whitney. A amostra caracterizou-se como eutrófica (51%). O sedentarismo foi observado em 58% da amostra, assim como o tabagismo em 35% e o uso de álcool em 47%. Os níveis médios de colesterol total, LDL-colesterol, glicose e pressão arterial sistólica e diastólica foram caracterizados como dentro dos limites normais para ambos os sexos, não havendo diferença estatística entre os dois grupos. O HDL-colesterol foi menor para os homens e os valores de triglicerídeos mais elevados nas mulheres, sendo esta diferença estatisticamente significante entre os dois grupos. IMC e percentual de gordura correlacionaram-se significativamente com CC e RCQ, porém estiveram mais fortemente correlacionados com CC para ambos os sexos. IMC, CC e RCQ tiveram correlação positiva e significativa com HDL-c e triglicerídeos, sendo que a correlação foi mais forte para RCQ, especialmente no sexo masculino (r = 1; P 0,001), similar para CC (r = 0,83; P 0,001) e mais fraca para IMC (r= 0,68; P 0,001). Conclui-se que RCQ foi o marcador antropométrico com maior capacidade preditiva para o perfil lipídico, em especial no sexo masculino e, além disso, que a distribuição da gordura corporal caracterizada pelo depósito de gordura a nível central, é relevante para o desenvolvimento de fatores de risco para doenças cardiovasculares na população estudada.

ASSUNTO(S)

obesidade abdomen nutricao antropometria doenças cardiovasculares - fatores de risco

Documentos Relacionados

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo