IMPROVEMENT OF ODI AND SF-36 QUESTIONNAIRES SCORE AFTER ONE YEAR OF PLIF OR TLIF

AUTOR(ES)
FONTE

Coluna/Columna

DATA DE PUBLICAÇÃO

14/11/2019

RESUMO

RESUMO Objetivo: Verificar se pacientes submetidos à cirurgia de PLIF ou TLIF obtém melhora nos questionários ODI e SF-36. Métodos: Estudo retrospectivo, de centro único, não randomizado. Foram incluídos pacientes submetidos à cirurgia da coluna vertebral com a utilização da técnica de PLIF ou TLIF, avaliados através dos questionários ODI e SF-36 pelo menos na visita pré-operatória e após um ano de pós-operatório. Os desfechos foram a pontuação no ODI e SF-36. Os pacientes foram, então, subdivididos em dois subgrupos: Grupo 1 (1 nível) e Grupo 2 (>1 nível de cirurgia), que foram comparados em relação a melhora na pontuação dos questionários ODI e SF-36. Resultados: A média de idade foi de 47 anos, com 52% de pacientes do sexo masculino (13/25) e média de cinco dias de internação. Os pacientes apresentaram melhora significativa nos questionários ODI (p<0,001) e em todos os domínios do SF-36, exceto o Estado Geral de Saúde (p=0,58). Após a subdivisão nos grupos, foi visto que os pacientes submetidos a mais de um nível de cirurgia tiveram maior perda sanguínea e menor período de internação, no entanto, a melhora obtida nos questionários ODI e SF-36, comparados ao grupo com apenas um nível de cirurgia, foi semelhante. Conclusão: As cirurgias de PLIF ou TLIF são eficientes e causam melhora na pontuação dos questionários ODI e SF-36 após 1 ano de cirurgia. Pacientes submetidos a um nível de cirurgia ou a mais de um nível de cirurgia apresentaram melhora significativa e semelhante nos scores de ODI e SF-36. Nível de evidência II; Estudo Retrospectivo, de Centro Único.ABSTRACT Objective: Determine if patients undergoing PLIF or TLIF surgery achieved improvement in the score of ODI and SF-36 questionnaires one year after surgery. Methods: Retrospective, single-center and non-randomized study. Patients submitted to spinal surgery using the PLIF or TLIF technique were included who completed the ODI and SF-36 questionnaires at least at the preoperative visit, and one year after surgery. Patients were divided into two groups, Group 1 (1 surgery level) and Group 2 (> 1 surgery level) and the ODI and SF-36 scores were compared for improvement. Results: The mean age was 47 years, with 52% of males (13/25) and mean of 5 days of hospital stay. Patients presented a significant improvement of ODI questionnaire (p<0.001) and in all SF-36 domains except in General Health State (p=0.58). In each group, it was observed that patients submitted to more than one level of surgery had greater blood loss and shorter hospital stay; however, the improvement obtained in ODI and SF-36 compared to the one-level surgery group was similar. Conclusions: PLIF and TLIF techniques are effective and lead to improved scores in ODI and SF-36 questionnaires one year after surgery. Patients undergoing two or more levels of instrumentation showed significant and similar improvement in ODI and SF-36. Level of evidence II, Single-Center Retrospective Study.

Documentos Relacionados

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo