Identificação de desaparecidos: a contribuição da perícia em odontologia forense e do exame de DNA

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. odontol. UNESP

DATA DE PUBLICAÇÃO

13/11/2017

RESUMO

Resumo Introdução A identificação humana é uma das principais etapas referentes às questões relacionadas à pessoa desaparecida. Objetivo O presente estudo visou avaliar a efetividade da identificação humana pelas perícias odontolegais realizadas no Serviço de Antropologia Forense de Belo Horizonte-Minas Gerais, comparando-as com as realizadas por DNA. Metodologia Estudo transversal, utilizando dados secundários registrados no arquivo do Setor de Antropologia Forense, considerando o período de 2008 a 2014, referente às perícias de identificação odontolegais e DNA. Resultado Analisando-se apenas as perícias de interesse deste estudo (241), a análise de DNA foi o método utilizado para identificação em 79,3% dos casos e exame odontolegal, 20,7%. Quanto ao tipo de material biológico encaminhado para análise, os cadáveres desconhecidos totalizaram 131 (53,9%), as ossadas 109 (44,9%) e segmentos corporais 3 (1,2%). A análise do tempo efetivamente despendido para a conclusão dos exames mostrou que os realizados pela Odontologia foram mais rápidos que os de DNA. No exame odontolegal, o tempo gasto independe do tipo de documentação odontológica avaliada. Conclusão A análise dos resultados do presente estudo mostrou que a identificação humana pela técnica odontolegal é eficaz, mais ágil e menos onerosa, contribuindo para uma maior celeridade na resolução de questões envolvidas na localização de pessoas desaparecidas.

ASSUNTO(S)

antropologia forense odontologia legal genética forense identificação biométrica

Documentos Relacionados

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo