Framework de avaliação da complexidade de projetos em portfólios de engenharia civil

AUTOR(ES)
FONTE

Ambient. constr.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2017-12

RESUMO

Resumo A importância da complexidade para o desempenho dos negócios tem ganhado reconhecimento acadêmico e gerencial. Saber lidar de forma efetiva com a complexidade é um diferencial para as organizações, incluindo as temporárias (projetos). Portanto, um melhor entendimento da complexidade em projetos e suas aplicações mostra-se necessário. No entanto, a literatura científica é carente de frameworks para avaliar a complexidade nas organizações, especialmente na área de construção civil. Assim, o objetivo deste artigo exploratório é propor um framework para avaliar a complexidade de projetos em portfólios de engenharia civil. O framework foi criado a partir dos fatores de complexidade em projetos de engenharia identificados pela revisão bibliográfica, tratado pela técnica para tomada de decisão ANP (Analytic Network Process) e suportado pela Teoria da Complexidade. Como resultado, foi criado o MID (multiplicidade, interdependência, diversidade) Framework e aplicado em um exemplo para priorizar o portfólio de projetos de uma empresa de construção civil. Em relação ao TOE (technical, organizational and environmental) Framework adotado pela literatura, a pesquisa sugere que o MID Framework é mais amplo (avalia qualquer tipo de projeto), mais simples (estrutura mais enxuta) e mais diversificado (calcula as complexidades do projeto e do projeto no portfólio) para priorização de portfólios na área de engenharia civil.

ASSUNTO(S)

projetos complexos teoria da complexidade analytic network process (anp) gerenciamento de portfólio métodos de tomada de decisão.

Documentos Relacionados

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo