Avaliação nutricional e do perfil lipídico em crianças e adolescentes infectadas pelo HIV tratadas com terapia antirretroviral de alta potência

AUTOR(ES)
FONTE

Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/07/2011

RESUMO

INTRODUÇÃO: Crianças e adolescentes infectadas pelo HIV e tratadas com terapia antirretroviral de alta potência (TAAP), que inclui inibidor de protease (IP) podem apresentar significante melhora clínica no estado nutricional e na qualidade de vida. O objetivo é relatar as alterações nutricionais e metabólicas em pacientes pediátricos expostos a TAAP e controles saudáveis durante 1 ano. MÉTODOS: O perfil clínico, antropométrico e lipídico, bem como dados da ingestão alimentar foram coletados prospectivamente durante aproximadamente 12 meses. RESULTADOS: Cinquenta e um indivíduos foram estudados. Dezesseis eram saudáveis. Após 12 meses de acompanhamento, indivíduos HIV-positivo permaneceram abaixo dos parâmetros do grupo controle saudável. Nenhuma mudança foi observada em relação à ingestão alimentar. Níveis séricos de triglicerídeos foram maiores em pacientes usando inibidor de protease no começo do estudo [IP grupo: 114 (43 - 336), e 136 (63 - 271) versus grupo controle: 54.5 (20 - 162); p = 0.003], porém após doze meses de acompanhamento, apenas o grupo que recebeu inibidor de protease por não mais do que dois meses apresentou maiores valores [140 (73 - 273) versus 67.5 (33 - 117); p = 0.004]. HDL-colesterol foi menor nos indivíduos HIV-positivos [grupo HIV-positivo: 36 (27 - 58) e 36 (23 - 43); controle 49.5 (34 - 69); p=0.004]. CONCLUSÕES: Crianças e adolescentes infectadas pelo HIV e tratadas com terapia antirretroviral de alta potência tiveram seus parâmetros nutricionais comprometidos quando comparados com o pareado grupo controle. Indivíduos usando inibidor de protease apresentaram piores níveis séricos de triglicerídeos quando comparados com os saudáveis.

ASSUNTO(S)

composição corporal dislipidemia terapia antirretroviral de alta potência crianças hiv-positivas perfil lipídico estado nutricional

Documentos Relacionados

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo