Avaliação da porosidade interna e da rugosidade de superficie de resinas compostas para dentes posteriores submetidas a escovação

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2000

RESUMO

O objetivo deste estudo foi verificar a porosidade interna, a rugosidade de superficie de resinas compostas para restauração em dentes posteriores submetidas a ensaio mecânico de escovação e a eficácia de métodos de recuperação de lisura superficial. Os materiais utilizados foram as resinas compostas específicas para restauração em dentes posteriores: Prodigy Condensá[email protected] (KerrISybron) e [email protected] (JenericlPentron); resinas compostas para utilização em dentes anteriores e posteriores: [email protected] (3M) e [email protected] (Degussa) e o selante de superficie [email protected] (JenericlPentron). Para avaliação da rugosidade de superficie, 10 corpos-de-prova de cada material foram confeccionados à temperatura de 23 ::t 1°e e umidade relativa do ar ambiental de 50 ::t 5% , utilizando uma matriz metálica com 2mm de espessura por 4mm de diâmetro. Após 24 horas, foi realizado o polimento dos materiais utilizando o sistema de acabamento e polimento [email protected] (3M) e uma das superfícies dos corpos-de-prova foi coberta com o selante de superficie e a outra não. Todos os corpos-de-prova foram levados individualmente ao rugosímetro (Surfcorder SE 1700) para verificação da rugosidade inicial das superfícies, antes de serem submetidos a movimentos lineares de escovação, com velocidade de 250 movimentos por minuto, totalizando 30.000 ciclos por superficie, num período de duas horas. Após este período, foi realizada a segunda leitura da rugosidade em todas as superfícies, sendo que, em seguida, uma delas foi recoberta com selante de superfície e a rugosidade foi novamente aferida. Na outra, foram tomadas mais duas leituras da rugosidade, uma após o repolimento e outra após a aplicação do selante. Para a avaliação da porosidade, os corpos-de-prova de cada material foram seccionados com disco de óxido de silício, incluídos em resina acrílica de ativação química, abrasonados com lixas de granulação de magnitude decrescente (200, 400 e 600) e imersos em tinta Nankin (Acrilex) por 12 horas. A quantidade de poros na área seccionada foi verificada com auxilio da lupa estereoscópica Carl-Zeiss (Alemanha), com aumento de 64 vezes e a área percentual foi calculada utilizando o programa Adobe Photoshop versão 4. O. Os resultados foram submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey, em nível de 5% de probabilidade. Os resultados mostraram que: (1) houve aumento da rugosidade superficial em todos os compósitos após o ensaio de escovação, à exceção do Prodigy Condensávet; (2) o [email protected] apresentou maior rugosidade superficial dentre as resinas o [email protected] e [email protected], sem promover efeito nos materiais [email protected] e Prodigy Condensá[email protected]; estudadas; (3) o selante de superficie diminuiu a rugosidade provocada pela escovação para (4) o melhor método de recuperação da lisura superficial após desgaste abrasivo foi o repolimento, podendo associá-Io à aplicação do selante, especialmente para o [email protected] e (5) a maior porosidade foi obtida para o [email protected], seguido pelo Prodigy Condensá[email protected], quando comparados com o [email protected] e [email protected]

ASSUNTO(S)

dental resins porosity materiais dentarios dental materials resinas dentarias porosidade

Documentos Relacionados