Variação na qualidade da matéria-prima da cana-de-açúcar em decorrência da suspensão da irrigação antes da colheita e da ocorrência de baixas temperaturas

Autor Principal: Araújo, RenatoAlves Junior, JoséCasaroli, DerblaiEvangelista, Adão Wagner Pêgo
Tipo:
Idioma: enpt
Publicado em: BragantiaBragantia
Assuntos:
Link Texto Completo: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&lang=pt&pid=S0006-87052016000100118
Saved in:
ABSTRACT A necessidade de irrigar a cana-de-açúcar no Cerrado deve-se à escassez de chuvas durante o período de abril a setembro.

Para o acúmulo eficiente de açúcar, a cultura necessita de estresse hídrico ou térmico na fase da maturação.

Porém, quando o déficit hídrico é intenso nessa fase, ocorre a redução na produção da cultura.

Assim, o objetivo do presente trabalho foi: (i) avaliar a qualidade da matériaprima da cana-de-açúcar em diferentes épocas de interrupção da irrigação antes da colheita; (ii) avaliar a influência do estresse térmico sobre a cultura.

O experimento foi conduzido em Santo Antônio de Goiás (GO), Brasil, em Latossolo Vermelho-Amarelo, com a variedade CTC4 no ciclo de cana-planta.

Utilizou-se o delineamento de parcelas subdividas no tempo.

Os tratamentos das parcelas foram cinco épocas de interrupção da irrigação (90, 60, 30, 15 e 0 dias antes da colheita) e, nas subparcelas, cinco épocas de avaliação da produção.

A irrigação foi feita por gotejamento superficial, com déficit de 50%.

Os melhores resultados da qualidade da matéria-prima ocorreram aos 30 dias antes da colheita, período em que a irrigação poderia ser interrompida.

O déficit hídrico de 37,76 mm parece ser o limite crítico da falta de água no solo, a partir do qual a produtividade de colmos começa a ser reduzida.

A concentração de açúcar no colmo foi mais influenciada pelas baixas temperaturas do ar que a produtividade de colmos.

Documentos Relacionados