Variacao genetica da producao de latex e incremento do caule em progenies de seringueira.

Autor Principal: GONCALVES, P. de S.
Outros Autores: BORTOLETTO, N., MARTINS, A.L.M., GOTTARDI, M.V.C., ORTOLANI, A.A.
Tipo: Artigo em periódico indexado
Idioma: Português
Publicado em: Pesquisa Agropecuaria Brasileira 2011
Assuntos:
Link Texto Completo: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/100256
Saved in:
O presente trabalho e um estudo da variacao genetica em uma progenie de meios-irmaos de seringiera [Hevea brasiliensis (Willd.ex Adr.

de Juss.) Mull.Arg.], de clones selecionados fenotipicamente de uma populacao-base introduzida da Malasia.

O experimento foi instalado na Estacao Experimental de Votuporanga, SP, em delineamento de blocos ao acaso, com 22 tratamentos e cinco repeticoes.

As variaveis estudadas foram: producao, obtida de testes precoces, realizados aos 40, 43 e 46 meses e incremento do caule aos 12, 24, 36 e 48 meses de idade.

Os resultados revelaram diferencas significativas entre as idades, em ambas as variaveis.

A interacao de progenies x idade foi significativa somente no tocante ao incremento do caule.

Estimativas dos diferentes tipos de herdabilidade foram maiores quanto ao incremento do caule.

As herdabilidade no sentido restrito, estimada nas plantas, foram superiores as obtidas nas plantas dentro de progenies, o que indica perspectivas de resposta a selecao dessas variaveis e revela a possibilidade de sucesso da selecao dentro de idades com base nos testes de producao e de incremento do caule.