Faça uma monografia perfeita!

Faça parte da nossa lista exclusiva de acadêmicos e receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis para seu TCC.

The politics of food and memory in Diana Abu-Jaber´s Crescent

Autor Principal: Milton Junior Ferreira de Sena
Tipo: Teses/dissertações
Idioma: eng
Publicado em: IBICT 20110329
Assuntos:
Link Texto Completo: http://hdl.handle.net/1843/ECAP-8FGR89
Saved in:
Este estudo discute a representação ficcional da comida e da memória no romance Crescent (2003) da escritora Estadunidense, de origem Jordaniana, Diana Abu-Jaber.

O romance apresenta uma rica descrição da comida diretamente ligada à memória oferecendo o terreno para discussão da etnicidade e de assuntos políticos.

No geral, argumento que Sirine e a comida feita por ela funcionam como um agente de ligação entre as diferentes etnicidades de árabes e não-árabes no espaço do Nadias Café, lugar de onde uma heterogênea comunidade diaspórica vem existir.

O café exerce um papel importante por ser o espaço em que personagens fazem revelações a cerca de seus medos e de suas experiências passadas, constituindo, dessa maneira, um lugar de memória, conforme proposto por Pierre Nora.

Além disso, discuto a importância das fotografias e de outros objetos especialmente um lenço por também operarem um retorno ao passado, fazendo experiências passadas virem à tona no presente, constituindo-se também como lugares de memória.

Documentos Relacionados