Perfil, produtividade e eficiência em Clínica Integrada de ensino odontológico / Profile of patients, productivity and Efficiency in Clinical Dental Education

Autor Principal: Sandra Cristina Guimarães Bahia Reis
Tipo: Teses/dissertações
Idioma: Português
Publicado em: IBICT 20110426
Assuntos:
Link Texto Completo: http://bdtd.ufg.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=2133
Saved in:
Esse estudo teve como objetivo identificar o perfil dos pacientes, a produtividade e eficiência da Clínica Integrada da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Goiás (FO/UFG), além de fazer uma reflexão sobre as Diretrizez Curriculares Nacionais dos cursos de Odontologia e a disciplina de Clínica Integrada.

Fez-se um estudo bibliográfico e de campo retrospectivo em todos os prontuários dos pacientes agendados para a disciplina de Clinica Integrada (CI) nos anos de 2004 a 2009.

Encontrou-se 1406 pacientes agendados.

No entanto, 754 foram excluídos, por não estarem dentro dos critérios de inclusão da pesquisa.

A amostra finalizou com 652 prontuários.

Utilizou-se para a coleta dos dados um formulário.

Tres pesquisadores padronizados participaram da coleta.

As variáveis pesquisadas foram aspectos sociodemográficos dos pacientes, plano de tratamento, data de inicio, de conclusão e tempo de duração do tratamento, quantidade, tipos e complexidade dos procedimentos odontológicos realizados e situação do tratamento.

Análises descritivas e inferenciais, correlação de Spermans, one way Anova, Kaplan-Meier e Regressão de Cox foram realizadas.

A disciplina de CI foi incorporada nos currículos brasileiros na década de 70 e se apresenta de maneira diversa em cada uma das faculdades.

A idade média dos pacientes da CI da FO/UFG foi de 40,9 anos (dp=14,4), 67,8% mulheres, 50,4% casados/com companheiro, 40,3% trabalhadores em sua maioria autônomos e 20,8% das mulheres, do lar.

Do total dos pacientes atendidos 71,5% eram residentes na capital do estado.

A disciplina mais realizada foi a dentística (32,6%) seguida da periodontia (25,2%).

A maioria dos pacientes está em tratamento, sendo que 253 pacientes (38,8%) concluíram o tratamento odontológico.

A complexidade do caso clínico foi o fator influenciador no tempo de duração do tratamento, com a correlação mediana (r=0.60; p<0.001).

O tempo estimado para a conclusão de todos os tratamentos foi de 23 meses (95%CI=19.6-26.3) e foi significativamente diferente (p<0.001) nos diversos níveis de complexidade (baixo 13.0, intermediário 19.0, alto 47.0).

Os resultados indicam que são realizados na Clínica Integrada os procedimentos característicos da prática generalista, os pacientes atendidos são em sua maioria empregados e autônomos.

A complexidade do caso clínico influencia na eficiência da Clínica Integrada.