Irregularidade pluviométrica e riscos de perdas para o feijão: dois estudos de caso no Semi-Árido brasileiro.

Autor Principal: PORTO, E.R.
Outros Autores: GARAGORRY, F.L., MOITA, A.W., SILVA, A. de S.
Tipo: Artigo em anais de congresso
Idioma: Português
Publicado em: CONGRESSO BRASILEIRO DE METEOROLOGIA 2011
Assuntos:
Link Texto Completo: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/127443
Saved in:
A precipitacao pluviometrica e a capacidade de retencao de umidade dos solos influenciam a produtividade do feijao.

A irregularidade na quantidade e na distribuicao das precipitacoes, no tropico Semi-Arido brasileiro, e uma das principais responsaveis pela flutuacao da produtividade desta cultura.

A maior parte do Nordeste recebe uma precipitacao media anual de 600 mm, distribuida num periodo de 3 a 5 meses.

Apesar desta precipitacao quantitativamente ser suficiente para atender ao requerimento de agua do feijao e comum a frustacao de safras devido a ocorrencia de deficits hidricos durante o periodo critico da cultura.

Tambem o coeficiente de variacao das medias de precipitacao variam de mes para mes durante o periodo chuvoso.

Porem, e possivel desenvolver um zoneamento agricola, atraves de um balanco hidrico, o qual surgirao areas e datas de plantios com chances de sucesso.

Com esse objetivo, um modelo matematico foi desenvolvido, considerando evapotranspiracao, sistema radicular, capacidade de retencao de umidade do solo e precipitacao pluviometrica.