Eficácia analgésica da lidocaína e analgesia multimodal na remoção do dreno torácico: Um estudo randomizado controlado

Autor Principal: Pinheiro, Valdecy Ferreira de OliveiraCosta, José Madson Vidal daCascudo, Marcelo MatosPinheiro, Ênio de OliveiraFernandes, Maria Angela FerreiraAraujo, Ivonete Batista de
Tipo:
Idioma: enptes
Publicado em: Rev. Latino-Am. EnfermagemRevista Latino-Americana de Enfermagem
Assuntos:
Link Texto Completo: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&lang=pt&pid=S0104-11692015000601000
Saved in:
Objetivo: avaliar a eficiência analgésica de lidocaína subcutânea e analgesia multimodal na remoção do dreno torácico após cirurgia cardíaca.

Método: sessenta voluntários foram alocados aleatoriamente em dois grupos; 30 participantes no grupo experimental receberam lidocaína subcutânea 1%, e outros 30 do grupo controle receberam o regime de analgesia multimodal compreendendo agentes anti-inflamatórios e opióides sistêmicos.

A intensidade e qualidade da dor e Ansiedade Traço Estado foram avaliados.

A associação entre variáveis independentes e desfecho final foi avaliada através do Teste Qui-quadrado com correção de Yates e o Teste exato de Fisher.

Resultados: os grupos não apresentaram diferenças significante, no que diz respeito à intensidade da dor na remoção do dreno torácico (p= 0,47).

Os descritores de dor mais comuns relatados pelos participantes foram dor: de pressão, aguda, como uma picada, queimar/arder e intolerável.

Conclusão: o presente estudo sugere que o efeito analgésico da administração de lidocaína 1% combinada com a analgesia multimodal é mais eficiente.

Documentos Relacionados