Conhecimento de crianças sobre o termo de assentimento livre e esclarecido

Autor Principal: Lobato, LucasGazzinelli, AndréaPedroso, Lorena ScarpelliBarbosa, RobertaSantos, Fabricia Madalena MeiraGazzinelli, Maria Flávia
Tipo:
Idioma: enespt
Publicado em: Revista Bioética
Link Texto Completo: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&lang=pt&pid=S1983-80422016000300542
Saved in:
Resumo Este estudo tem como objetivo descrever o conhecimento de crianças e adolescentes sobre as informações divulgadas pelo termo de assentimento em pesquisa clínica pediátrica, além de relatar as atitudes dos participantes.

Trata-se de estudo experimental com abordagem quantitativa, realizado em municípios do Nordeste de Minas Gerais com 142 participantes de 7 a 15 anos, escolhidos para estudo clínico sobre esquistossomose.

Essas crianças e adolescentes participaram do processo de assentimento, com a utilização do termo correspondente.

Avaliaram-se os participantes com questionário semiestruturado.

O conhecimento médio dos participantes sobre as informações da pesquisa foi 41,22%, com apenas 1,4% apresentando alto grau de conhecimento.

Concluiu-se que a maioria das crianças desconhece as informações sobre a investigação e seus direitos enquanto participantes de pesquisa.