Avaliação de populações segregantes de melancia visando à obtenção de linhagens prolíficas e de frutos pequenos.

Autor Principal: SOUZA, F. de F.
Outros Autores: QUEIROZ, M.A. de.
Tipo: Artigo em anais de congresso
Idioma: Português
Publicado em: CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA 2011
Assuntos:
Link Texto Completo: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/128128
Saved in:
o presente trabalho objetivou avaliar quatro populações F2 de melancia quanto à ocorrência de plantas prolíficas de frutos pequenos e alto teor de açúcar.

O experimento foi conduzido na Estação Experimental da Embrapa Semi-Árido, em Petrolina-PE.

Foram avaliadas 376 plantas F2, obtidas a partir do cruzamento dos acessos PE-14 e BA-09 com os cultivares Crimson Sweet (CS), New Hampshire Midget (NHM) e Charleston Gray (CG).

As plantas foram avaliadas quanto a prolificidade (NFP), peso de fruto (PMF) e teor de sólidos solúveis (TSS).

A população PE-14xNHM compôs-se de 98 plantas, que produziram entre dois e 42 frutos/planta, com PMF entre 0,95 e 4,46kg e TSS entre 4,5 e 9,0°brix.

A população BA- 09xNHM compôs-se de 93 plantas, que produziram entre um e 41 frutos/planta, com PMF entre 0,63 e 5,88kg e TSS entre 4,3 e 9,2°brix.

A população BA-09xCS compôs-se de 92 plantas, que produziram entre um e 29 frutos/planta, com PMF entre 1,36 e 8, 18kg e TSS entre 4,9 e 10,8°brix.

A população BA-09xCG compôs-se de 93 plantas, que produziram entre um e 33 frutos/planta, com PMF entre 1,48 e 8, 74kg e TSS entre 5,0 e 10,4°brix.

Das quatro populações, foram selecionadas 45 plantas, que apresentaram NFP>5 frutos, PMF<6kg e TSS>8,0°brix.

As populações avaliadas mostraram-se promissoras como fonte de genótipos para a obtenção de novos cultivares de melancia.