Alterações físicas, fisiológicas e químicas durante o armazenamento de duas cultivares de sapoti

Autor Principal: Morais,Patrícia Lígia Dantas de
Outros Autores: Lima,Luiz Carlos de Oliveira, Alves,Ricardo Elesbão, Filgueiras,Heloisa Almeida Cunha, Almeida,Adriano da Silva
Tipo: Artigo
Idioma: Português
Publicado em: Pesquisa Agropecuária Brasileira 20060401
Assuntos:
Link Texto Completo: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2006000400001
Saved in:
O objetivo deste trabalho foi avaliar alterações físicas, fisiológicas e químicas, durante a maturação de duas cultivares de sapoti (Manilkara sapota L.), relacionando-as às taxas respiratórias e de liberação de etileno.

Os frutos foram colhidos no estádio de maturidade fisiológica, avaliados no dia da colheita e armazenados em temperatura de 26±2ºC e umidade relativa de 55±5%.

A atividade respiratória e a produção de etileno foram determinadas diariamente; perda de massa, firmeza, acidez total titulável, pH, sólidos solúveis, açúcares solúveis totais e senescência foram avaliados nos tempos de 0, 2, 4, 6, 8, 10 e 12 dias de armazenamento.

A cultivar BRS-228 teve pico respiratório, produção de etileno e senescência retardada em relação à cultivar BRS-227.

A cultivar BRS-228 manteve maior firmeza, maiores teores de sólidos solúveis e açúcares solúveis totais, e menor perda de massa do que a cultivar BRS-227.

A cultivar BRS-228 apresenta maior potencial de conservação pós-colheita do que a cultivar BRS-227.