Adaptabilidade e estabilidade da produtividade de grãos de genótipos de caupi enramador de tegumento mulato

Autor Principal: Freire Filho,Francisco Rodrigues
Outros Autores: Ribeiro,Valdenir Queiroz, Rocha,Maurisrael de Moura, Lopes,Ângela Celis de Almeida
Tipo: Artigo
Idioma: Português
Publicado em: Pesquisa Agropecuária Brasileira 20030501
Assuntos:
Link Texto Completo: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2003000500006
Saved in:
O objetivo deste trabalho foi avaliar a adaptabilidade e a estabilidade da produtividade de grãos de 16 genótipos de feijão caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp.) utilizando o modelo de efeitos aditivos principais e interação multiplicativa.

Os ensaios foram realizados em nove ambientes, locais e anos, da região Meio-Norte do Brasil, Estados do Piauí (PI) e Maranhão (MA), no período de 1999 a 2001.

Os efeitos de ambientes e interação genótipos x ambientes, e os dois primeiros eixos da análise de componentes principais da interação foram significativos (P<0,01).

A análise de componentes principais explicou 61,25% da soma de quadrados da interação genótipos x ambientes.

Os genótipos TE93-244-23F e TE93-213-12F-1 reuniram genes para adaptabilidade e estabilidade, os quais podem ser cultivados em todos os ambientes.

Os genótipos BR 17-Gurguéia, Canapuzinho e EPACE-10 apresentaram as maiores médias de produtividade, mas foram instáveis e com adaptação específica a ambientes de alta qualidade.

Os ambientes mais favoráveis para a produtividade de grãos foram Bom Jesus, PI, 2000; Palmeira do Piauí, PI, 2001 e Sambaíba, MA, 2000.

Não houve tendência de agrupamento de locais por Estado e a distribuição foi equilibrada em termos de qualidade ambiental.