Conhecimento da população portuguesa sobre Suporte Básico de Vida e disponibilidade para realizar formação

Autor Principal: Dixe, Maria dos Anjos Coelho RodriguesGomes, José Carlos Rodrigues
Tipo:
Idioma: enpt
Publicado em: Rev. esc. enferm. USPRevista da Escola de Enfermagem da USP
Assuntos:
Link Texto Completo: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&lang=pt&pid=S0080-62342015000400640
Saved in:
OBJETIVOAvaliar o nível de conhecimento e a disponibilidade da população portuguesa para realizar formação sobre Suporte Básico de Vida (SBV) e identificar alguns fatores relacionados ao seu nível de conhecimento sobre SBV.MÉTODOEstudo observacional realizado com 1.700 pessoas que responderam a um questionário composto por dados sociodemográficos e profissionais, formação, interesse na formação e conhecimentos sobre SBV.RESULTADOSDos 754 homens e 943 mulheres, apenas 17,8% (303) frequentou um curso sobre SBV, mas 95,6% manifestou disponibilidade para realizar a formação.

Em média, não apresentaram bons níveis de conhecimentos em suporte básico de vida (acertaram em 25,9 ± 11,5 dos 64 indicadores).

Os inquiridos mais velhos, do sexo masculino, os que efetuaram formação e os que já prestaram SBV acertaram em média mais questões (p<0,01).CONCLUSÃOOs níveis de conhecimento da população portuguesa são baixos, mas as pessoas estão disponíveis para formação, sendo importante desenvolver cursos de formação e treino para melhorar os seus conhecimentos.

Documentos Relacionados