Comunicação e influência no processo de decisão estratégica de escolha de fornecedor : um estudo de caso no setor automobilístico

Autor Principal: Marcelo da Silva Volaco
Tipo: Teses/dissertações
Idioma: Português
Publicado em: 2006
Assuntos:
Link Texto Completo: http://www.biblioteca.pucpr.br/tede//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=630
Saved in:
Nesta dissertação, apresenta-se uma abordagem que resgata a importância da comunicação na vida organizacional, principalmente em processos estratégicos, analisando a sua influência nos processos de tomada de decisão estratégica de escolha de fornecedor, e evidenciando, por meio dessa análise, várias dimensões marginalizadas nos estudos organizacionais e estratégicos (poder, política, emoção, afetividade, etc.).

Esta abordagem coloca em evidência a comunicação como fenômeno e modo de análise nas organizações.

Além disso, procura entender como a comunicação permite aos atores organizacionais influenciar o processo decisório no contexto de uma empresa multinacional montadora de veículos automotores, situada no município de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba PR.

Para tal, promoveu-se revisão de literaturas das áreas de estratégia, decisão organizacional, compra organizacional, marketing industrial, complementada por uma breve, porém fundamental, revisão da literatura de comunicação.

Dessa forma, utilizando-se o método de estudo de caso em uma pesquisa qualitativa baseada na filosofia do realismo crítico, e aplicada por meio da análise narrativa, foi possível descrever a situação de decisão, identificando os atores mais influentes, as táticas e manobras argumentativas, as resistências e conflitos, o exercício de poder por meio da comunicação, e as relações de poder intra e interorganizacional.

Soma-se a esses elementos a constatação de interações comunicativas preenchidas por argumentações diversas, abrangendo desde argumentos econômicos e técnicos, de cunho mais racional, até os argumentos afetivos e emocionais, de cunho não-racional, ambientadas em um contexto organizacional permeado por poder e política.